Apoio Financeiro às Empresas - LINHA DE CRÉDITO COVID-19

Data de publicação: Mar 20, 2020 4:13:42 PM

LINHA DE CRÉDITO COVID-19

Face à situação difícil económica e financeira que as empresas nacionais vivem, em consequência da pandemia do vírus Covid-19 que assola o mundo e Portugal, o governo lançou a “linha de crédito capitalizar Covid-19” para apoiar as empresas.

A “linha de crédito capitalizar Covid-19” encontra-se aberta até 31 de Maio de 2020, tendo uma dotação global de 200 Milhões de euros e destina-se a apoiar as empresas que tiveram a sua atividade afetada em consequência da crise económica resultante do surto de Covid-19.

Contacte com o seu banco primeiramente para mais informações.

Caso necessite de ajuda para obtenção de financiamento, estamos disponíveis para prestar todo o apoio necessário.

___________________

A “linha de crédito capitalizar Covid-19” encontra-se aberta até 31 de Maio de 2020.

Tem uma dotação global de 200 Milhões de euros e destina-se a apoiar as empresas que tiveram a sua atividade afetada em consequência da crise económica resultante do surto de Covid-19.

São elegíveis operações que se destinem a financiar:

  • necessidades de fundo maneio (Dotação “Fundo Maneio”)

  • e necessidades de tesouraria (Dotação “Plafond Tesouraria”).

Dotação Covid-19

    • Dotação “Fundo de Maneio” – 160 M;

    • Dotação “Plafond Tesouraria” – 40 M.

Condições específicas da Linha “Covid-19”

    • Micro, Pequenas e Médias Empresas, certificadas por Declaração Eletrónica do IAPMEI válida ou Grandes Empresas (sem certificação do IAPMEI);

    • No caso de grandes empresas, a empresa deve, pelo menos, estar numa situação comparável à situação B-, em termos de avaliação de crédito;

    • Situação líquida positiva no último exercício; as empresas com situação líquida negativa no último balanço aprovado poderão aceder à Linha caso apresentem esta situação regularizada em balanço intercalar aprovado até à data de enquadramento da operação;

    • Apresentem impactos negativos do surto do Covid-19 na sua atividade económica (decréscimo de 20% das vendas no período de 60 dias anteriores à apresentação da candidatura face ao período homólogo do ano anterior), situação a comprovar através de apresentação de declaração de acordo com minuta disponibilizada pela Entidade Gestora da Linha.

Montante Máximo por Empresa

    • 1.5 milhões de euros.

Prazos máximos de amortização e de carência

Dotação “Fundo Maneio”:

    • Prazo de amortização 4 anos;

    • Prazo de Carência até 12 meses.

Dotação “Plafond Tesouraria

    • Prazo de amortização 1,2 ou 3 anos.

Spread: linha de crédito capitalizar covid-19

O spread aplicável à operação terá os seguintes limites máximos:

“Covid-19 Dotação “Fundo de Maneio”

PME Líder:

    • Escalão A : 1,928”;

    • Escalão B: 2,608%;

    • Escalão C: 3,178%.

PME Não Líder:

    • Escalão A : 2,028%;

    • Escalão B: 2,708%;

    • Escalão C: 3,278%.

“Covid-19 Dotação “Plafond Tesouraria”

PME Líder:

    • Escalão A : 1,943%;

    • Escalão B: 2,631%;

    • Escalão C: 3,178%.

PME Não Líder:

    • Escalão A : 2,043%;

    • Escalão B: 2,731%;

    • Escalão C: 3,278%.

Bancos protocolados

    • ABanca Corporacion Bancaria, S.A. – Sucursal em Portugal;

    • Banco Atlântico – Europa, SA;

    • Banco BIC Português, SA;

    • Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (Portugal), SA;

    • Banco BPI, SA;

    • Banco Comercial Português, SA;

    • Banco de Investimento Global, SA;

    • Banco Invest, SA;

    • Banco Português de Gestão, SA;

    • Banco Santander Totta, SA;

    • Bankinter, S.A. – Sucursal em Portugal;

    • Caixa de Crédito Agrícola

    • Caixa Económica Montepio Geral, S.A.;

    • Caixa Geral de Depósitos, SA;

    • Caixa Leasing e Factoring, SA;

    • Novo Banco dos Açores, SA;

    • Novo Banco, SA.

Saiba mais aqui...

activ€tax

by bang | panaceia

http://www.panaceia.com